. Marco Gomes participa do Workshop sobre Empreendedorismo – MG Contécnica skip to Main Content
Marco Gomes Participa Do Workshop Sobre Empreendedorismo

Marco Gomes participa do Workshop sobre Empreendedorismo

Na última quinta-feira (13), aconteceu o Workshop sobre Empreendedorismo na Sub-Região Sudoeste, organizado pelo Conselho Consultivo da região sudoeste do Estado de São Paulo, o CONSULTI.

O evento contou com a presença de pessoas importantes para o desenvolvimento regional, entre eles, estavam alguns prefeitos, secretários e associações.

Os principais tópicos da apresentação foram sobre o Porto Seco, que possivelmente será em Itapecerica da Serra, um ligamento entre a BR-116 e a Rodovia Raposo Tavares com o objetivo de encurtar o caminho para Cotia, uma via paralela na BR-116 para facilitar o turismo hidromineral na região e a preservação e desburocratização dos processos ambientais, trazendo que autorizações da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), por exemplo, possam ser feitas pelos municípios. Alguns já estão fazendo com áreas abaixo de 10 mil metros, possibilitando um projeto que demorava seis meses, um ano ou anos, ser feito agora de três a quatro meses.

 

Porto Seco

Porto Seco é um depósito alfandegado localizado em uma zona secundária, normalmente no interior. Esse armazém alfandegado é de uso público, utilizado para armazenar cargas em regime de importação e/ou exportação. Isso tudo até que o seu desembaraço aduaneiro esteja nos conformes, por meio dos órgãos anuentes.

Ele tem como objetivo oferecer serviços de desembaraço, entre postagem (depósito ou venda de mercadorias). Além disso, desova movimentação de contêineres e mercadorias no geral, que são destinadas tanto para importação, como para exportação.

As maiores vantagens para as empresas tanto importadoras quanto exportadoras, é que a prestação de serviços aduaneiros é realizada próximo aos domicílios dos agentes econômicos envolvidos. Além da simplificação de procedimentos para o contribuinte.

 

Melhorias no Trecho da Rodovia Régis Bittencourt

Um dos tópicos mais discutidos foram as melhorias no trecho da Rodovia Régis Bittencourt. A ideia é melhorar a via para alavancar o turismo hidromineral na região sudoeste do estado e fazer uma ligação da BR-116 com a Rodovia Raposo Tavares, com objetivo de encurtar o caminho para Cotia. Veja na íntegra as melhorias no trecho:

  1. Implantação das marginais no trecho de Taboão da Serra até a entrada de Itapecerica da Serra KM 288 (Próximo a churrascaria Caminho do Sul), com pista de mão dupla.
  2. Implantação de retorno no Km 280, lodo depois da Sansuy, para que seja retirado o retorno atual no Km 279, que causa congestionamentos constantes na rodovia e reflete na alça de acesso do Rodoanel.
  3. Implantação do acesso Km 278 a Av. João Paulo I (Twiltex), conforme projeto já apresentado anteriormente.
  4. Melhoria do acesso do Km 282, conforme projeto apresentado anteriormente, incluindo acesso direto a Av. José Simeão Agostinho, e também nesse mesmo local a construção de passarela de pedestres.
  5. Melhoria do acesso da Av. Paulo Ayres, com construção de pista de acesso direto à avenida, a fim de retirar o acúmulo de veículos que atualmente o acesso causa todas as tardes.
  6. Utilização das pistas de acostamento no trecho entre os municípios de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra, adequando o pavimento para receber tráfego de caminhões e implantação de baias para área de escape.
  7. Construção de acesso direto a Rua da Congregação no Parque Industrial de Embu das Artes e supressão do acesso existente.
  8. Melhoria do acesso ao Km 284+500 em confluência com o projeto de ligação da Raposo Tavares x Régis Bittencourt.
  9. Melhoria do acesso de entrada e saída da Av. Laurita Ortega Mari (Rancho da Pamonha em Taboão)
  10. Acesso à saída do Shopping Taboão permitindo que acesse direto para a marginal no sentido de quem segue no sentido Curitiba.
  11. Solução para melhorar o acesso a Av. Francisco Morato, Eliseu de Almeida e demais na confluência da divisa com Taboão da Serra e São Paulo.
  12. Melhoria do acesso à Rua Carlos Marques Teixeira e José Maria Mello, que se encontra muito inseguro.
  13. Implantação de novas faixas de rolamento onde possível junto ao canteiro central da pista, pois nesse caso não há necessidade de desapropriação.

Considerada uma das maiores empresas da região, a MG também foi convidada para participar do evento e contou com a representação do CEO Founder, Marco Gomes, que destacou a importância das propostas de melhoria nas rodovias.

Veja algumas fotos do evento:

 

Back To Top