skip to Main Content
O Que Levar Em Conta Antes De Adotar O Lucro Real

O que levar em conta antes de adotar o Lucro Real

Além do PIS, COFINS e ISS o Lucro Real incide sobre o lucro efetivo mensal ou trimestral de uma empresa, sendo assim, não há possibilidade de pagamento superior ou inferior do que é devido.

O Lucro Real não é indicado para empresas com lucro variável, pois podem se prejudicar pagando mais impostos quando houver mais lucro. Neste regime incidem o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) de 15% e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), que varia entre 9% a 12%. A vantagem é que se não houver lucro, não haverá IRPJ e CSLL. 

No décimo sétimo episódio da série Contabilizando em 3 Minutos, Marco Gomes, CEO Founder da MG, revela as vantagens e desvantagens do Lucro Real.

A série de episódios Contabilizando em 3 Minutos, pretende simplificar processos técnicos contábeis, tributários, trabalhistas e empresariais e, ainda, trazer informações úteis para o planejamento e gerenciamento adequado do seu negócio.

Quer ter sucesso na gestão empresarial? Inscreva-se no nosso canal e acompanhe nossa série.

Back To Top